O perigo das extensões de navegador

As extensões de navegador parecem completamente inofensivas, mas elas podem esconder um perigo oculto.

Bloqueadores de anúncios, tradutores instantâneos, são diversos os tipos de extensões que encontramos nas lojas dos navegadores. A maioria delas se mostraram muito valiosas e funcionais, porque auxiliam nas atividades diárias.

Mas as extensões e plug-ins podem oferecer um grande risco à segurança e a sua privacidade.

Quais são os riscos que as extensões de navegador oferecem?

O principal risco das extensões de navegador e plug-ins são que elas têm acesso a todos os sites em que você navega. Assim, elas podem descobrir seus dados e copiar logins e senhas

Outro grande risco é que elas podem inserir anúncios falsos que te levarão a páginas de phishing, ou seja, que são criadas por hackers para recolher seus dados.

Todas as extensões são perigosas?

Não, nem todas. Mas os números são alarmantes. Em um estudo realizado por especialistas de segurança em 48 mil extensões foi revelado que 130 delas são maliciosas e outras 4.712 são suspeitas.

Algumas dessas extensões são muito conhecidas e bastante utilizadas, mas a maior parte das pessoas não percebe que estão sendo vítimas de um crime.

Como evitar as extensões de navegador maliciosas?

Tenha um bom antivírus BluePex® Endpoint Protection. Ele irá bloquear qualquer ataque e identificar tentativas de invasão. Além disso, ele também tem proteção de navegação, que não permite que trojans, spywares ou qualquer outro de softwares maliciosas infectem a rede e evitam phishing.

Com a finalidade de se proteger contra ataques, outra ação que deve ser feita é pesquisar sobre a extensão, verificar quem são seus criadores e a opinião dos usuários. Além disso, você deve ficar de olho nas permissões que eles solicitam. Quando você instala alguma extensão, é disponibilizado uma lista de permissões que esta extensão recebe, como acesso às redes sociais.

Conheça as soluções da BluePex®, fale com um de nossos especialistas.

Quer ficar sempre protegido?

Assine nossa newsletter