Sequestro de Dados: 5 sinais de que você precisa proteger sua empresa

 Sequestro de Dados

Descubra se você está protegido dos ataques de hackers.

No Brasil, acontece 1 sequestro de dados a cada 40 segundos, pelo menos 60% das PMES brasileiras sofreram ataques nos últimos 2 anos, e 20% delas faliram.

Os ataques são executados através de ransomwares. Existem diversas formas de se expor aos sequestros digitais, confira abaixo os 5 sinais de que você precisa se atentar ao proteger a sua empresa.

Sinal 1: Não faz atualizações periódicas

Não atualizar o seu sistema operacional quando uma nova versão é disponibilizada pode facilitar a ação dos sequestradores de dados. A atualização traz novas barreiras que bloqueiam ou dificultam a infestação de vírus. Priorize sempre que possível as atualizações.

Sinal 3 : Abre e-mail de desconhecidos

O e-mail é a principal porta para as infestações em todo o mundo e o Brasil é o país que mais sofre ataques phishing. 90% dos ataques começam por e-mails desse tipo. Muitas pessoas não se atentam a olhar os remetentes ao abrir seus e-mails e acabam baixando ou executando vírus.

Os vírus podem vir em formato de downloads anexados à mensagem, com extensões como .doc e xls ou como executáveis (.exe, .zip ou .scr)

Por isso, é importante verificar se não apareceu nenhum alerta do próprio servidor, depois olhar com atenção o remetente e evitar abrir mensagens que pareçam suspeitas.

Sinal 3: Não informar os funcionários e capacitar sua equipe

Outro ponto importante, que pode fazer com que aconteça a ação de hackers é não informar boas práticas na internet aos colaboradores. Quase 50% das empresas atacadas tiveram seus dados liberados por conta de ações, muitas delas acidentais, de seus funcionários.

Sem essa conscientização, eles podem baixar malwares de diversos tipos navegando por sites ou abrindo e-mails suspeitos.  Com um tutorial é possível fazer com que seus funcionários se conscientizem e não realizem ações erradas, que colocam em risco os dados de todas as áreas.

Além disso, é importante sempre capacitar a equipe de TI com treinamentos que possam auxiliar a melhorar a segurança de toda a empresa.


Sinal 4: Não utiliza anti-malware com gerenciamento de endpoint

 Segundo pesquisas do mercado de TI, os ataques com malwares vem escalando nos últimos 5 anos. Por isso é preciso investir em uma solução para este problema. Mas muitos profissionais esquecem de contratar um que faça gerenciamento de end-point.

A vantagem do gerenciamento é que o responsável de TI consegue gerenciar cada end-point individualmente para saber quais são as máquinas exatas que estão com o anti-malware e se estão atualizados. Além disso, ele garante a proteção contra programas maliciosos, tendo uma atualização integrada e simplificando o gerenciamento.

Sinal 5: Não faz backup do sistema diariamente

 Pode parecer exagero, mas fazer backups diários podem salvar seus dados! Uma grande quantidade de empresas tende a fazer seus backups uma vez por mês ou até menos.

A falta de backups pode trazer danos irreversíveis para a empresa, já que são gerados inúmeros dados importantes todos os dias. Por isso que programar backups diários pode facilitar o trabalho em caso de um ataque ou invasão.

Automatizar os backups e deixá-los em nuvem, com a possibilidade de enviar notificações automáticas a cada um que é realizado para avisar ao usuário em caso de falha, fazendo com que os softwares façam sozinhos, pode economizar muito tempo e dinheiro.

Nós temos diversas soluções para evitar que seus dados sejam sequestrados com o BluePex® Professional Anti-Malware Protection. Ele conta proteção de quatro camadas: proteção de navegação, verificação de todos os arquivos baixados, bloqueio de comportamento de novos malware, Anti-Ransomware e monitoramento em tempo real.

 Caso tenha interesse em saber mais sobre nossas soluções, fale com um de nossos especialistas.

Por Edno Fernandes 


Quer ficar sempre protegido?

Assine nossa newsletter